Confiança

A nossa rede baseia-se em respeito mútuo e confiança e, historicamente, problemas em trocas de casa são bem mais raros do que em aluguéis de temporada, porque não há dinheiro envolvido e existe uma relação de reciprocidade: os hóspedes também são anfitriões e vice-versa. Clubes de troca de casas existem, com um alto índice de satisfação, desde a década de 50 nos Estados Unidos, com a distribuição de catálogos por correio entre associados, bem antes de a Internet tornar tudo mais fácil e a economia colaborativa se popularizar. Além disso, você é incentivado a conhecer melhor quem é a pessoa com quem está trocando casas nas férias. Ao contrário de sites de aluguel, na troca, você conhece a casa do outro associado por fotos antes de combinar uma troca, o que costuma revelar muito sobre a pessoa e seu estilo de vida; como ela trata a sua própria casa costuma ser um bom indicativo de como tratará a sua.

O papel da BeLocal é oferecer uma plataforma que lhe permita vivenciar essa experiência de compartilhamento da forma mais segura e tranquila possível e aproveitar suas férias sem gastar nada com hospedagem!

Mas uma boa comunicação é fundamental. A BeLocal oferece um sistema seguro para que você possa trocar mensagens e se comunicar com nossos associados até estabelecerem uma relação de confiança. Seus dados só são revelados quando você decide ir adiante com a troca. Normalmente, quando a troca realmente ocorre, você já está se sentindo seguro com o associado e é como ter um amigo hospedado em sua casa. Faça perguntas sobre a região, a casa, quem estará viajando, veja as fotos. Combine todos os detalhes. Troque quantas mensagens achar necessário com o associado interessado, apresente você e sua família, dê um toque pessoal à interação de vocês. A BeLocal também oferece um sistema de verificação de identidade online para que você possa viajar mais tranquilo. No entanto, é importante que você esclareça todas as suas dúvidas. E, se ainda assim, não se sentir confiante, recuse.

Quando decidir realmente trocar sua casa, você verá que o outro associado não será mais um estranho para você. Nossos associados são pessoas que adoram viajar, têm prazer em cuidar de suas próprias casas e receber hóspedes, privilegiam um estilo de viagem mais autêntico, fora do turismo de massa e querem causar menos impacto ambiental em seus destinos. Você verá que as outras famílias são, no fundo, bem parecidas com a sua e tratarão a sua casa com bastante cuidado e respeito.

Dicas para sua troca ser um sucesso!

>Uma boa comunicação é o segredo do sucesso. Tire todas as suas dúvidas. Faça perguntas e peça detalhes. Responda com sinceridade às perguntas dos outros associados

>Reserve um armário ou cômodo trancado a chave ou um local fora da casa para armazenar objetos de elevado valor monetário ou afetivo.

>Deixe instruções sobre como desligar o gás e o fogão, trancar portas e janelas, ligar a TV a cabo, onde jogar o lixo, etc. Guarde as dicas da sua casa para facilitar as próximas trocas.

>Confirme a data e hora de chegada. Se não puder estar presente, peça a um amigo, parente ou empregado de confiança para receber seu hóspede. Antes da partida, envie um WhatsApp ou email reconfirmando data e horário. Leve com você todos os contatos do anfitrião e avise em caso de atrasos de voo, imprevistos, etc.

>É fundamental que, ao firmar o contrato, você tenha certeza absoluta das suas datas. A partir desse ponto, os associados começam a fazer planos de viagem, comprar passagem, confirmar férias no trabalho, etc.

>E se você não se sentir seguro com um determinado convite, recuse.